SC EDIÇÃO 9

12 abril 2017
(1 Vote)
Author :   Vários
Preço:6,90 (Papel); 5,00 (Digital) | 2014. Revista Segurança Comportamental, 9, 1-48 Capa: JULIANA BLEY | Psicóloga. Autora do livro “Comportamento Seguro”.

SUMÁRIO 9

05 | SOCIEDADE
06 |FAMÍLIA
Comportamentos de prevenção: acidentes em casa com bebés e crianças
Sónia P. Gonçalves
08 | ESCOLA
Brincar no espaço de jogo e recreio escolar: entre a (in)segurança e o risco
Amália Rebolo Marques

12 | TRABALHO
13 | SETOR CALL CENTRES
Riscos psicossociais em call centres
Isabel Maria Bonito Roque
16 | SETOR ELÉTRICO
Promover a consciêncialização em riscos elétricos
Elias do Nascimentos Melo Filho
18 | SETOR LOGÍSTICO
As causas raiz na investigação e análise de incidentes de trabalho
César Petrónio Augusto

20 | GRANDE ENTREVISTA (acesso gratuito)
Juliana Bley

28 | CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
29 | GESTÃO DA EMERGÊNCIA - Desenvolvimento de exercícios
José Goulão Marques
34 | PSICODINÂMICA DO TRABALHO
João Areosa & Paulo Marques Alves
38 | PERCEPÇÃO HUMANA E PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO: CONTRIBUIÇÕES PSICOLÓGICAS
Débora Brandalise Bueno
40 | OS DESAFIOS DA ANDRAGOGIA
Nuno Queiroz de Andrade

42 | NOTICIAS BREVES

 

 

  • REVISÃO DAS GRADES CURRICULARES NA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DO TRABALHO, NO BRASIL

    REVISÃO DAS GRADES CURRICULARES NA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DO TRABALHO, NO BRASIL

    Houve necessidade de revisão das grades curriculares na formação dos profissionais de segurança do trabalho, no Brasil, de forma a se integrar temas relacionados com os fatores organizacionais e humanos. Foram incluídos na proposta diversos subtemas e testados tanto em contexto académico como em contexto empresarial. Os resultados foram muito positivos focando uma visão sistêmica, como por exemplo maior sinergia entre as áreas, melhoria dos processos, mais empatia, mais compromisso e envolvimento, melhor comunicação, entre outros.

  • UMA REFLEXÃO TEÓRICA SOBRE O ASSÉDIO MORAL EM CONTEXTO LABORAL: QUANDO O QUE É NÃO PARECE E O QUE PARECE NÃO É

    UMA REFLEXÃO TEÓRICA SOBRE O ASSÉDIO MORAL EM CONTEXTO LABORAL: QUANDO O QUE É NÃO PARECE E O QUE PARECE NÃO É

    O assédio moral laboral é uma situação complexa e multifatorial, que acarreta consequências graves para a saúde mental e física das vítimas, para as empresas onde ocorre e mesmo, para a sociedade em geral e o próprio Estado. Devido à sua componente subjetiva, designadamente pela dimensão percetiva envolvida, nem tudo o que parece ser assédio é assédio, e nem tudo o que não parece ser assédio, até o pode ser. A intervenção deve ser realizada com bom-senso, objetividade e numa perspetiva multidisciplinar e sistémica.

  • ACIDENTES: A SINCRONICIDADE DO MAL

    ACIDENTES: A SINCRONICIDADE DO MAL

    As organizações são sistemas dinâmicos e incorporam diferentes graus de imprevisibilidade. Hoje sabemos que é na organização do trabalho (e não tanto na individualização dos erros e das falhas) que está centrado o grande foco dos acidentes. As pressões produtivas e/ou organizacionais estão entre as principais causas dos acidentes. O acidente representa falhas na atividade da empresa, ilustra as múltiplas fragilidades, vulnerabilidades e o fracasso do sistema de gestão da segurança aplicado na organização, representa muito mais do que o simples erro do trabalhador operacional. A prevenção de acidentes será muito mais eficaz se assentar, essencialmente, em fatores não-humanos.

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…