Foi com boa disposição, sorrisos, mente aberta, foco e muito, muito trabalho que se desenrolaram as 28 horas do evento instrutivo “Investigação e Análise de Acidentes, Quase-Acidentes e Pré-Acidentes – Fatores Humanos (5.ªed.)”, realizado em novembro de 2021.

FHO-SS (2.ª ed.) _ Fatores Humanos e Organizacionais em Segurança e Saúde
PREVENÇÃO SUSTENTÁVEL E CULTURA DE SEGURANÇA E SAÚDE
Workshop Gratuito | 29 de setembro de 2022 | on-line

FHO-SS (1.ª ed.) _ Fatores Humanos e Organizacionais em Segurança e Saúde
DESEMPENHO HUMANO EM SEGURANÇA E SAÚDE
Workshop Gratuito | 26 de maio de 2022 | on-line

Na 5.ª edição do curso de Observações e Diálogos Preventivos de Segurança e Saúde (ODPSS) foram apresentados conteúdos novos suportados pela nova abordagem de segurança (segurança II, segurança diferentemente). Os participantes classificaram esta ação instrutiva de nível bom (4,2), sendo considerada de muito útil para a atividade (4,6), pedem mudança para horário laboral e mais carga horária. O “painel gráfico temático do grupo, whatsapp, mentoria e rede pós work” são as ferramentas de suporte que atingem o valor mais elevado nesta categoria.
Venha conhecer-nos! Próxima ação Investigação e Análise de Acidentes, Quase-Acidentes e Pré-Acidentes – Fatores Humanos (5.ªed.)

28 horas on-line, síncronas, ajustadas às suas necessidades
1.ª Semana: 27 e 28 abril 2021; 2.ª Semana: 4 e 5 de maio de 2021| 9h30 às 17h30

A abordagem Safety I baseada pela gestão de eventos que dão errado, tornou-se desadequada nas organizações atuais, mais complexas, interdependentes e de difícil decomposição. Surge a abordagem Safety II, que gere a segurança através da avaliação, investigação e análise de eventos que dão certo. A gestão do fator humano em Safety I é apresentado como um risco, entretanto, em Safety II é visto como um recurso necessário para a resiliência do sistema. A autora realizou um estudo exploratório, durante o ano de 2019, no setor da aviação, num contexto organizacional sociotécnico onde são aplicadas as abordagens Safety I & Safety II. Entre outras conclusões, a variabilidade não esperada no exercício da atividade é uma realidade, e, as decisões e os ajustes de sucesso realizados pelos trabalhadores para dar resposta a essa variabilidade também. Assim, a autora defende que há necessidade e possibilidade de um equilíbrio complementar, embora independente, entre a abordagem Safety I & Safety II, que ela designa por Safety III. No fim do artigo, são identificadas algumas práticas que concretizam este equilíbrio.

SUMÁRIO

SEGURANÇA COMPORTAMENTAL NA SOCIEDADE

07 | TECNOLOGIAS
Utilização excessiva do smartphone: implicações para os indivíduos pela não recuperação.
Sónia P. Gonçalves

SEGURANÇA COMPORTAMENTAL NO TRABALHO

12 | AVIAÇÃO
Fator humano – complementaridade e independência entre Safety I & Safety II resulta em Safety III.
Natividade Gomes Augusto

23 | CONSTRUÇÃO CIVIL
Riscos psicossociais: estudo de caso no setor da construção.
João Sequeira & João Areosa

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS

36 | CONFIABILIDADE HUMANA E COMPORTAMENTOS
Ergonomia cognitiva: confiabilidade humana e comportamentos seguros. Reflexão sobre o programa de capacitação em ergonomia cognitiva com foco na confiabilidade humana.
Claudia Olläy & Flavio Kanazawa

46 | GAMIFICAÇÃO
Gamificação como técnica de aprendizagem em segurança no trabalho.
Cláudio César Pontes

53 | EMERGÊNCIA E COMPORTAMENTOS
Gestão da emergência e mudança comportamental. Avaliação de exercícios; Implementação de medidas corretivas.
José Goulão Marques

 

Formação ON-LINE
09, 11, 16, 18 novembro 2021| 9H30 às 17H30 | 28 h

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…